Claudinho Castro

O que foi o Casamento das Prefs de Curitiba e do Rio



Nosso trabalho nas redes sociais transformou Curitiba naquilo que meus amigos do marketing gostam de chamar de lovemark. Quando Curitiba passou a usar a internet para mostrar tudo aquilo que ela tem de bom, as pessoas começaram a amá-la.
Casamento-Vermelho-Prefeitura-de-Curitiba-PrefsAliança que a Prefs de Curitiba ganhou da Prefs de Limeira

Foi assim que começaram a surgir as propostas de casamento. Trabalhando no atendimento, respondi muita gente que queria casar ou ter um filho com a cidade. Quando a Prefeitura do Rio de Janeiro fez uma proposta assim, nós sabíamos que precisamos aproveitar a deixa para fazer algo grande. E fizemos!

Num primeiro momento, testamos a compatibilidade das duas cidades falando sobre ações de cidadania, meio ambiente, mobilidade e outros dos nossos assuntos preferidos. Só depois, resolvemos aceitar o pedido.
Quando Curitiba topou casar com o Rio, a internet toda quis participar. As pessoas perguntavam onde seria a festa e muitas empresas privadas ofereciam presentes. A gente sabia que precisava dar um significado a tudo aquilo. E demos!

Transformamos o casamento numa doação coletiva de sangue. O movimento nos postos de coleta foi o dobro do normal e poderia até ter sido maior se houvesse capacidade de receber ainda mais doações. Os bancos de sangue trabalharam em sua capacidade máxima e havia fila para doar!

As empresas privadas puderam participar contribuindo com uma lista de presentes. A lista previa várias ações: grafitagens comemorativas, plantio de árvores, doações de livros, etc. Tivemos um trabalho enorme para direcionar todas as empresas dispostas a participar, mas deu certo. Em poucos dias, captamos e executamos parcerias entre empresas privadas e poder público. Normalmente, essas parcerias levam muito mais tempo para sair do papel.

Há quem olhe para o trabalho em mídias sociais como se ele fosse uma coisa pequena e sem maiores conseqüências. Essa visão é, no mínimo, tola. Aqui, a internet está fazendo o poder público funcionar na velocidade dela e isso não é pouca coisa.,



Por:ahnao

Em:Cidadania, Mídias Sociais

ahnao

Dia Mundial Sem Carro



Somos induzidos a acreditar que o meio de transporte mais rápido nas grandes cidades é o carro. Seja por preguiça, comodidade ou status, enchemos as ruas de veículos que além de prejudicarem o meio ambiente, tornam nossa rotina mais estressante e muito menos saudável.



Por:ahnao

Em:Cidadania

ahnao

Um comercial que não foi pro ar



Ano passado eu gravei um comercial para a Naldecon.
E fizemos um comercial que não foi pro ar…(foi mas passou bem pouco).



Por:ahnao

Em:Claudinho

ahnao

Enquanto isso em São Paulo…



SP5
O meu Amigo Alvaro Borba teve uma ideia mais legal para ilustrar a cena…

SP1

(mais…)



Por:ahnao

Em:Humor

ahnao

De Janeiro a Janeiro



Não basta um sorriso se não existe uma lembrança
O azul do céu pode ser mágico mas os segredos estão no azul dos olhos…




Por:ahnao

Em:Claudinho

ahnao